Newsletter
Ao te inscreveres-te na nossa newsletter, serás o primeiro a ter acesso às nossas exposições, salas de visualização online, trabalhos disponíveis, eventos e muito mais.

    Segue os nossos artistas
    Ao te inscreveres-te na nossa newsletter, serás o primeiro a ter acesso às nossas exposições, salas de visualização online, trabalhos disponíveis, eventos e muito mais.


      Sérgio Fernandes

      (1985, Sobralinho, Portugal)

      sound after silence, 2022

      Óleo sobre linho

      200 x 170 cm

      Something bigger, 2022

      Óleo sobre algodão

      50 x 40 cm

      Heat, 2020

      Óleo sobre algodão
      50 x 40 cm

      Velvet, 2018

      Óleo sobre tela
      180 x 153 cm

      Second chance, 2022

      Óleo sobre linho

      180 x 130 cm

      7 am, 2020

      Óleo sobre linho
      200 x 170 cm

      Before the begining, 2022

      Óleo sobre linho

      153 x 180 cm

      Night Paintings, 2022

      Aguarela sobre papel Fabriano Rosaspina Marfim 285gr

      25 x 35 cm

      I love you kid, 2022

      Óleo sobre papel

      190 x 250 cm

      Biografia

      A obra de Sérgio Fernandes assenta numa reflexão sobre o tempo. Um tempo que vive no espaço ténue, escuro e desconhecido entre a morte e a vida. O seu trabalho existe no vazio. Flutua em torno de condições vivenciadas ou a serem vivenciadas das quais não há memória. As suas pinturas sugerem algo que está além delas, além da imagem, algo que não é visível. Sérgio diz frequentemente que: “no fundo, as minhas pinturas são a prova de que estou vazio e não tenho uma única ideia. Eu sou apenas um explorador.” A principal obra de Sérgio Fernandes centra-se no óleo sobre telas de grandes dimensões, frequentemente complementado com aguarela, desenho e escultura.

      Foi artista residente no Centro de Arte Oliva (São João da Madeira, Portugal) em 2021 e 2022 e no PIVÔ Arte e Pesquisa (São Paulo, Brasil) em 2016. Também participou noutras residências nos últimos anos, incluindo : Córtex Frontal (2020, Arraiolos, Portugal); Residências Artísticas Inter.Meada (2017, Alvito, Portugal) e Royal Blue nº224. Museu da Carris (2014, Lisboa, Portugal).

      Uma seleção das suas exposições individuais inclui: Dias Bárbaros na Kubikgallery (2022, Portugal); Sérgio Fernandes – Fundo sem Fundo no Centro de Arte Oliva (2022, Portugal); Inside Here there are no stars na Kubikgallery (2019, Portugal); I will conquer you no KUBIKULO Project Space (2018, Portugal); um blue no Centro de Artes e Cultura, Ponte de Sor (2018, Portugal); Solitude na Kubikgallery (2016, Portugal).

      Seleção de exposições coletivas : Pintura sem fim na Brotéria (2023, Portugal); 15 Anos de Mace – Aqui somos rede em Elvas (2022, Portugal); Entre as Palavras e os Silêncios na Fundação D. Luís e Centro de Arte Oliva (2021/2022, Portugal); Ó Barbas descrevendo a Paisagem na Casa da Cultura de Coimbra (2021, Portugal); Pausa na Casa-Museu Bissaya Barreto (2021, Portugal); Pintura: Campo de Observação na Galeria de Arte Contemporânea Cristina Guerra (2021, Portugal); The Sun Also Rises at Everyday Gallery (2021, Bélgica); Preliminares no C.A.M.A. (2021, Brasil); Presente Contínuo no Centro de Arte Oliva (2020, Portugal); Sindicato dos Pintores – Pedro Chorão + Sérgio Fernandes no Armário (2018, Portugal); Enlace na Central Galeria (2017, Brasil); Força, Força, Poder (Parte I e II) na Galeria Baginski (2017, Portugal);

      As suas obras de arte fazem parte das seguintes coleções: Coleção Centro de Arte Oliva; Coleção Norlinda e José Lima; Coleção KPMG; Coleção Marim Gaspar; Coleções Particulares Nacionais e Internacionais.

       

      Exposições